Políticas para Mulheres e LGBTQI+

Mulheres e LGBTQI+ sem medo de lutar, viver e ser feliz

Viver em uma sociedade em que uma mulher é assassinada a cada 2 horas é realmente aterrorizante. Muitas de nós temos medo de andar à noite nas ruas, de usar as roupas que queremos, de ser quem somos. O impacto de simplesmente não podermos porque estamos à mercê da violência a todo tempo é devastador na nossa autoimagem, na nossa produção econômica e nas nossas relações sociais. E é por isso que pretendemos:

1) Propor ações que aumentem o investimento e fortaleçam uma rede eficiente de proteção à mulher vítima de violência, com delegacias da mulher, casas de acolhimento e outros serviços, com ampliação dos horários de atendimento, afinal a violência não dorme, nem tira férias;

2) Propor políticas de combate à violência nos atendimentos na saúde em casos de abortamento – defendemos o aborto legal e seguro como garantia da saúde da mulher;

3) Formular e promover políticas para garantir o parto humanizado no âmbito do SUS e políticas de combate à violência obstétrica que atinge principalmente as mulheres negras e pobres;

4) Formular ações e políticas de promoção da saúde integral das mulheres que não esteja restrita à saúde reprodutiva, afinal algumas de nós decidiram não ser mães naturais e isto precisa ser respeitado;

5) Formular e promover políticas de saúde das mulheres transexuais e lésbicas, de forma a tornar o serviço mais inclusivo, humanizado e condizente com a condição de gênero destas mulheres; e

6) Propor políticas públicas de saúde e assistência social voltada às mulheres em situação de prostituição, que lhes garanta a dignidade enquanto trabalhadoras e que as permita buscar novos caminhos profissionais quando assim desejarem.