História de Lutas!

Iniciei meu ativismo político no final dos anos 90, ainda no movimento secundarista. Durante os anos de graduação na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), entre os anos de 2000 a 2004 fui diretora de Centro Acadêmico, representante discente e coordenadora da Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação (Enecos). Sempre busquei articular a luta pela democratização da comunicação com as pautas da luta anti-machista e anti-racista, sendo fundadora, em conjunto com outros companheiros e companheiras, do GET de Combate das Opressões da Enecos, em janeiro de 2003, ano que também atuei ativamente pela adoção de cotas raciais nas universidades públicas federais.

Sou filiada ao PSOL desde 2005, tendo uma militância muito voltada à defesa dos direitos humanos em geral, e ao direito humano à comunicação em específico. Em São Paulo desde 2006, trabalhei em movimentos sociais e organizações da sociedade civil, entre os quais MST, CEERT, Ação Educativa, etc.

Desde 2010, integro o Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social, organização que luta pela democratização da comunicação no Brasil e pela garantia dos direitos digitais. Sou militante feminista, atuando no setorial do PSOL e na organização do 8 de março em SP e referenciada no feminismo negro. Mantenho interlocução com diferentes organizações do movimento negro local e nacional.

Atualmente ajudo a construir o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), na Coalizão Anti-austeridade e pela Revogação da EC 95, na Frente Nacional contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto e a Frente Povo Sem Medo.